Descubra quais são as etapas para uma boa tomada de decisão

Ajuda

Solicite atendimento

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.

  • CENTRAL 0800 280 3155
  • Belém, PA 91 9 9193 6529
  • Belo Horizonte, MG (31) 2555 5850
  • Boston, MA ️(781) 281-1932
  • Brasília, DF (61) 3013 4450
  • Campina Grande, PB (83) 99647-1637
  • Campinas, SP (19) 99213.3531
  • Campo Grande, MS (67) 98191-5556/ (67) 98190-5556/ (67)98190-7001
  • Curitiba, PR (41) 4101-1037
  • Florianópolis, SC (48) 9 9691.1500
  • Fortaleza, CE (85) 3133 3200
  • Goiânia, GO (62) 3642-2565
  • João Pessoa, PB (83) 99670.4040
  • Juiz de Fora, MG 32 9975-1003
  • Luanda, AO +244 947617588
  • Maceió, AL (82) 99174-7777
  • Manaus, AM (92) 3307-0480
  • Maringá, PR (44) 3052-0508
  • Natal, RN (84) 4042-2045
  • Niterói, RJ (21) 3952-6100
  • Palmas, TO (63) 99937.9125
  • Porto Alegre, RS (51) 3373.9969
  • Porto Velho, RO (69) 3229-6501
  • Recife, PE (81) 4042-2230
  • Ribeirão Preto, SP (16) 4042.1770
  • Rio de Janeiro, RJ (21) 3952-6100
  • Salvador, BA (71) 3106 0101
  • Santo André, SP 13 99793-0080
  • São José dos Campos/SP (12) 99181-8682
  • São Luís, MA (98) 2108-6364
  • São Paulo, SP (11) 4118-2924
  • Teresina, PI (86) 3232-9107
  • Uberlândia, MG 34 99944-9965
  • Vitória, ES (27) 2142.3692

Preencha o formulário abaixo e fale com um de nossos consultores

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Descubra quais são as etapas para uma boa tomada de decisão

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

tomada de decisão

A tomada de decisão acontece em diversos momentos ao longo do dia: o que vestir, em qual restaurante almoçar, escolher entre ler um livro ou assistir um filme, ir de bicicleta ou carro para o trabalho, e assim por diante.
No entanto, essas decisões são simples e não possuem um impacto tão grande em nossas vidas.

A questão é que há outras decisões muito importante que devem ser tomadas, e são essas que provocam o frio na barriga e a insegurança, pois é muito difícil de saber se aquela tomada de decisão é a correta ou não. A verdade é que não temos como ter essa garantia, já que não somos capazes de prever o futuro.

E então, o que fazer?

Bem, a vida exige a tomada de decisão pelas pessoas, e não há como escapar disso. Portanto, basta se preparar melhor, aprender como analisar as situações de forma mais completa e saber enfrentar as escolhas, para que você seja capaz de se tornar um melhor tomador de decisões.

Para auxiliar os indecisos e aqueles que ficam ansiosos frente às decisões, vamos dar algumas dicas para enfrentar melhorar esses momentos e para que você possa fazer as melhores escolhas. Confira!

Qual a importância de aprender a tomar decisões?

Antes de conhecer as etapas para tomar boas decisões, é fundamental compreender porque as pessoas devem aprender a escolher melhor no seu dia a dia.

Aprender a tomar decisões é essencial pois, com o tempo, as pessoas se tornam melhores tomadores de decisão. O autoconhecimento e a experiência são essenciais para fazer com que uma pessoa seja mais controlada emocionalmente e muito mais assertiva.  

Desenvolver a capacidade de fazer boas escolhas fortalece os indivíduos, pois coloca o futuro e as suas possibilidades nas mãos das pessoas. Isso faz com que bons líderes se desenvolvam, com que pessoas cresçam, com que relacionamentos sejam mais estáveis e, tudo isso, leva à uma vida muito mais plena e feliz!

Quer conhecer as etapas para uma boa tomada de decisão? Vamos lá!

7 etapas para uma boa tomada de decisão

Confira quais são as 7 etapas para uma boa tomada de decisão:

1 – Identificação do problema

Sempre que você se encontrar em uma encruzilhada e precisar decidir por um dos caminhos, o primeiro passo é identificar e compreender o problema. Analise quais áreas da sua vida serão impactadas por essa decisão, defina quais são as suas prioridades e qual é o real alcance dessa escolha a ser feita.

Quem não faz essa análise detalhada, tende a sentir, no futuro, que não tomou a melhor decisão.

2 – Controle da impulsividade

Sua decisão não pode ser guiada somente pela emoção ou impulso. Se você se sentir pressionado ou agir sob a influência dos outros, as chances de arrependimento são enormes. Assim, fuja a todo o custo do imediatismo gerado pela impulsividade!

É claro que há muitas decisões que devem ser tomadas rapidamente, mas é importante que você compreenda que não deve decidir com base nas emoções e nas outras pessoas. Decida com base nos fatos e nas suas necessidades.

3 – Filtre as opiniões dos outros

Isso nos leva a próxima etapa: filtrar aquilo que os outros lhe dizem e recomendam. Na hora da tomada de decisão, nada mais comum do que recorrer a amigos e parentes para conversar e trocar ideias sobre a escolha que deve ser feita.

Entretanto, tenha cuidado! Nem sempre os fatores que pesam para as outras pessoas são relevantes para você, assim como os demais não vão pensar nas variantes que só você é capaz de assimilar. Afinal de contas, quem irá lidar com as consequências da decisão é você, não é mesmo?!

4 – Tenha os pés no chão

Seja realista e encare os fatos no momento da tomada de decisão. Isso lhe deixará mais otimista, reduzirá as chances de frustração no futuro e evitará a criação de expectativas destrutivas. Isso não significa que você não deve levar nenhuma emoção e intuição em conta no momento da escolha, mas ter os pés no chão dá mais segurança e reduz as chances de decepção no futuro.

5 – Procure alternativas

Atente-se aos detalhes antes da tomada de decisão. Não feche seu pensamento apenas para aqueles caminhos tradicionais e, teoricamente, seguros. Analise outras alternativas que você não havia considerado antes, pois nem sempre há somente dois caminhos.

6 – Pense das consequências da sua decisão

É muito comum no processo de tomada de decisão que as pessoas pensem apenas no efeito imediato. No entanto, o mais correto é pensar nas consequências no curto, médio e longo prazo.

7 – Não procrastine

A procrastinação é um dos grandes defeitos dos indivíduos na atualidade, e isso também é aplicável à tomada de decisão. Sempre que tiver uma decisão a ser tomada, não adie essa ação. Reúna todas as informações sobre a questão, pense sobre as consequências, avalie alternativas e quando tiver tudo em mãos, simplesmente decida. Prolongar o sofrimento da indecisão pode criar ainda mais ansiedade e deixar a rotina angustiante.

Como ter mais inteligência emocional para tomar boas decisões?

Se você quer fortalecer sua inteligência emocional para, assim, fazer escolhas mais sábias na sua vida, a nossa dica é o Método CIS, que é considerado o futuro do coaching por ser capaz de, em um curto prazo, produzir resultados muito maiores e efetivos do que o coaching tradicional.

Com o Método CIS, da Febracis, é possível, em pouco tempo, turbinar a inteligência emocional, desenvolvendo-a de tal forma que você irá transformar a sua vida!

Através deste curso, os participantes adquirem equilíbrio e força emocional para melhorar a rotina diária, obtém alta performance pessoal e profissional sem fazer sacrifícios, eliminam a autossabotagem, realizam metas e objetivos através de estratégias simples, tornam-se melhores tomadores de decisão e acabam com sintomas de traumas e vícios.

Assim, o Método CIS tem o intuito de provocar os alunos a mudarem suas vidas através da Inteligência Emocional.

Para saber como o Método CIS pode te ajudar a alavancar as principais áreas da sua vida, acesse o link abaixo:

QUERO SABER MAIS SOBRE O MÉTODO CIS

Conte conosco para realizar uma verdadeira transformação, para que você se torne um excelente tomador de decisões!

Deixe seu Comentário

Veja outras notícias sobre a Febracis