Os danos da falta de coeficiente emocional

Dúvidas Frequentes

Solicite atendimento

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.


  • CENTRAL 0800 280 3155
  • Aracaju, SE (79) 9.9174-1435
  • Belém, PA (91) 99193-6529
  • Belo Horizonte, MG (31) 2555 5850
  • Blumenau, SC (48) 99975-1500
  • Boston, MA ️(781) 281-1932
  • Brasília, DF (61) 3013 4450
  • Campina Grande, PB (83) 99647-1637
  • Campinas, SP (19) 3368.4228
  • Campo Grande, MS (67) 98191-5557
  • Curitiba, PR (41) 4101-1037
  • Florianópolis, SC (48) 3036-0305
  • Fortaleza, CE (85) 3133 3200
  • Goiânia, GO (62) 3142-0410
  • João Pessoa, PB (83) 3035-3507
  • Joinville, SC (47) 99990-3613
  • Juiz de Fora, MG (21) 3952-6100
  • Lisboa, PT +351 968 499 990
  • Luanda, AO +244 945 869 990
  • Maceió, AL (82) 3185-7071
  • Manaus, AM (92) 3307-0480
  • Maringá, PR (44) 3052-0508
  • Mossoró, RN (84) 4042-2045
  • Natal, RN (84) 4042-2045
  • Niterói, RJ (21) 3952-6100
  • Orlando, FL +1 (321) 209- 0013
  • Palmas, TO (63) 99937.9125
  • Porto Alegre, RS (51) 3110-5611
  • Porto Velho, RO (69) 3229-6501
  • Recife, PE (81) 4042-2230
  • Ribeirão Preto, SP (16) 40421770
  • Rio de Janeiro, RJ (21) 3952-6100
  • Salvador, BA (71) 3106 0101
  • Santo André, SP (11) 4979-5203
  • São José dos Campos, SP (12) 3942-3907
  • São Luís, MA (98) 3311-7000
  • São Paulo, SP (11) 3810-0001
  • Teresina, PI 86 9 8876-6775
  • Uberlândia, MG (34) 3082-2022
  • Vitória, ES (27) 2142.3692

Preencha o formulário abaixo e fale com um de nossos consultores

Verifique o preenchimento dos campos destacados
Sua mensagem foi enviada com sucesso.

Os danos da falta de coeficiente emocional

coeficiente emocional

A inteligência emocional ganha cada vez mais destaque nos debates sobre o bem-estar, qualidade de vida e sucesso pessoal e profissional.O estresse do dia a dia, as responsabilidades e os riscos crescem constantemente, e a uma velocidade que muitas vezes não conseguimos acompanhar.

Todas essas situações de pressão geram ansiedade e impactam diretamente nas nossas vidas, interferindo na forma com a qual lidamos com as outras pessoas e com nós mesmos.

Muitas vezes, nos sentimos impotentes e incapazes de lidar com o alto número de estímulos e tarefas diárias. Essas dificuldades nos fazem acreditar que não somos capazes, que não somos bons o suficiente. Além disso, as relações sociais podem se tornar um grande problema, caso não haja coeficiente emocional para autocontrole.

Como saber se tenho baixo coeficiente emocional?

Mas, como eu sei se eu tenho baixo coeficiente emocional?

Para saber, fique atento aos seguintes comportamentos:

– Não ter paciência para explicar ao outro o que você está dizendo;
– Não estar aberto a considerar opiniões diferentes das suas;
– Reclamar constantemente;
– Culpar os outros pelas suas dificuldades;
– Não se preocupar com os sentimentos alheios;
– Ser inconstante;
– Não reconhecer as suas fraquezas ou, na situação oposta, não reconhecer as suas qualidades.

Quais são os danos da falta de coeficiente emocional?

Afinal, como o coeficiente emocional influencia o bem-estar e a carreira? Por que eu deveria me preocupar com isso?

Vejamos alguns dos danos causados pela falta de coeficiente emocional:

Problemas de saúde

É comprovado que estamos cada vez mais ansiosos e estressados. É cada vez mais difícil se desligar, relaxar, ou encontrar o seu ponto de equilíbrio em meio a tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo.

O grande perigo é que os nossos pensamentos e as nossas emoções estão diretamente ligados ao nosso corpo físico. Não é à toa que, muitas vezes, nossa imunidade baixa em momentos de estresse e, então, adoecemos. É o nosso corpo nos obrigando a realizar uma pausa para que ele possa se restabelecer.

No entanto, quando essa pausa é forçada, podemos desenvolver doenças emocionais de diferentes intensidades, e que podem desencadear doenças mais sérias.

Por isso, fique atento se você tiver alguma dessas doenças emocionais:

– Alergias;
– Anemia;
– Dores na coluna;
– Problemas digestivos;
– Problemas dentários;
– Inflamações na garganta;
– Gastrite;
– Obesidade;
– Problemas dentários;
– Problemas respiratórios;
– Varizes;

Essas doenças podem estar diretamente associadas a questões emocionais, mas se tratadas no início podem ser facilmente revertidas. No entanto, se o seu estilo de vida e a sua forma de lidar com as suas questões emocionais não forem alteradas, elas podem se repetir e até se desenvolver para doenças mais graves, com riscos sérios para a sua saúde, como:

– Câncer;
– Úlcera;
– Doenças do coração;
– Tumores.

Por isso, não brinque com a sua saúde! Uma mente saudável é essencial para um corpo saudável e a conjunção de ambos nos proporciona bem-estar e eficiência.

Vida Profissional

O coeficiente emocional é essencial para ter uma carreira de sucesso, sendo responsável até mesmo pelo êxito profissional.

Um bom coeficiente emocional nos ajuda a estabelecer relações mais saudáveis e a saber lidar com as adversidades que surgem de maneira equilibrada e leve.

Consequentemente, a inteligência emocional também nos ajuda a manter um ambiente de trabalho menos estressante, impactando diretamente na nossa qualidade de vida.

Saber dialogar com pessoas diferentes e contornar problemas de maneira saudável e resiliente é essencial para a sua carreira. Além disso, o coeficiente emocional ajuda a sermos proativos e a ter atitudes de liderança.

Com isso, você ganhará destaque e reconhecimento no seu trabalho sem necessidade de participar de uma corrida massacrante na busca por ascensão profissional.

Vida Pessoal

A nossa vida pessoal é um pilar importante da nossa existência e não deve ser ignorado. No entanto, ela pode ser fonte de relaxamento ou de tensões. É impossível escapar das exigências familiares, pessoais e sociais, portanto, saber lidar com elas é a melhor maneira de você ter uma vida pessoal satisfatória.

Ter um bom coeficiente emocional é importante para saber lidar com as dificuldades dos relacionamentos, com a educação dos filhos e consigo mesmo, pois, muitas vezes, o nosso pior inimigo somos nós mesmos.

A inteligência emocional nos coloca em contato com o nosso lado mais humano, enxergando no outro as nossas dificuldades e limitações, além de buscar um crescimento conjunto, um verdadeiro trabalho em equipe. Com isso, tomamos consciência de que a vida é uma troca de aprendizados e que o aprendizado é contínuo e necessita de muita paciência e foco.

Como melhorar o seu coeficiente emocional?

Depois de saber de todos os benefícios da inteligência emocional para manter a qualidade de vida profissional e pessoal, talvez você esteja se perguntando como conhecer as ferramentas para melhorar o seu coeficiente emocional.

>> Apostar em um Treinamento de Inteligência Emocional é a chave para melhorar seu coeficiente emocional!

O método CIS, da Febracis, é a ferramenta exata para aprimorar o seu coeficiente emocional, aprendendo a lidar com as suas emoções e com situações de pressão.

Este método vai te ajudar a contornar as seguintes situações:

– Insegurança;
– Autossabotagem;
– Nervosismo;
– Baixa autoestima;
– Falta de autocontrole;
– Ansiedade.

E, com isso, você conseguirá:

– Agir de maneira adequada em situações de estresse e pressão;
– Controlar os seus sentimentos e as suas reações;
– Melhorar os seus relacionamentos interpessoais no trabalho, em casa, com amigos ou em outras situações de convívio social;
– Saber a hora certa de dizer não para se autopreservar de desgastes desnecessários;
– Combater a procrastinação e a autossabotagem, focando nos seus objetivos;
– Reprogramar as crenças que limitam o seu crescimento pessoal e profissional.

O Método CIS é baseado em estudos científicos e tem seus resultados comprovados por pesquisas. Através dele, você irá reprogramar a sua forma de pensar e de encarar a vida, promovendo a mudança necessária para você atingir os seus objetivos de maneira saudável e equilibrada.

Quer saber como estar na próxima turma do maior treinamento de inteligência emocional do mundo, o Método CIS? Conte conosco para ter um excelente coeficiente emocional e aproveitar todos os seus benefícios!

Compartilhe esse conteúdo com familiares e amigos, para que mais pessoas tenham consciência da importância do coeficiente emocional!

Deixe seu Comentário

Veja outras notícias sobre a Febracis